12 de abr de 2011

MÁRCIO BROWN PREPARA PRA LANÇAR O SINGLE COISA DE NEGRO




Márcio Brown lançará em julho de 2011, com local ainda não definido, seu primeiro trabalho solo, o single “Coisa de Negro” que terá quatro faixas contendo duas versões da música “Coisa de Negro”. Márcio Brown conheceu o Hip Hop nos bailes black do DJ Nelson Maçã no Clube 28 de Setembro nos anos 80. Atuou e criou diversos grupos e bandas tais como: Juventude Negra, Brothers do Rap, DMR, Irmão de Quebrada, Gangsta Rap, Fora do Crime, 13 Volts, banda Fuzuê que misturava o Hip Hop com Percussão, Capoeira e Poesia e atualmente agrega seu trabalho solo com o projeto Cultural Nossa Cara Preta que mantém um Blog, revista e o trabalho artístico com os 04 elementos do Hip Hop com participação do B.Boy Nino Suburban Breakers, DJ Subrinho e Bndee, grafiteiros como Will artes e Kasoia e a participação de outros rappers. Foi por meio da musica Rap que o despertou para sua identidade Negra tornando-se militante do Hip Hop com foco na cultura Afro-Brasileira e na igualdade Racial.


Single Coisa de Negro
Produção de Márcio Brown
Gravado no Estúdio Aquarela por Mauricio Nogueira
Participações especiais de Camaleão Bola de Meia nas versões da musica Coisa de Negro e do Cantor Hugo Rafael na faixa Não tem motivos.
Criação da Capa Murilo Santos
Contatos:15. 3021.5214 / 9128.1534
Email: marciobrown89@gmail.com / nossacarapreta@gmail.com

baixe a versão original da música Coisa de Negro
http://www.4shared.com/audio/Rfh1wiQ-/COISA_DE_NEGRO_-__NOSSA_CARA_P.html

11 de abr de 2011

Conselho de igualdade racial poderá ter comissão permanente para juventude negra


De acordo com o “Mapa da Violência 2011: os jovens do Brasil”, pesquisa encomendada pelo Ministério da Justiça ao Instituto Sangari, o grau de vitimização da população negra é alarmante, sendo 103,4% maior as chances de morrer uma pessoa negra, se comparada a uma branca; e 127,6% a probabilidade de morte de um jovem negro [15 a 25 anos] a de um branco da mesma faixa etária.

De forma a possibilitar a elaboração de estratégias e de ações pela defesa do direito à vida e para enfrentamento do elevado grau de vitimização da juventude negra, a SEPPIR reuniu representantes de governo e da sociedade civil, nesta sexta-feira, 8, para desenvolver o projeto de Resolução que cuidará da criação da “Comissão Permanente de Promoção e de Defesa dos Direitos da Juventude Negra”, a funcionar no âmbito do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CNPIR). A proposta vai ser apresentada na próxima reunião do órgão colegiado, que vai acontecer nos dias 13 e 14 deste mês.

“Com a Comissão, teremos um organismo estruturado para subsidiar o CNPIR na formulação e na implementação de metas e de prioridades que visem a aplacar o alto grau de vitimização da juventude negra.”, disse Anhamona de Brito, Secretária de Políticas de Ações Afirmativas da SEPPIR. “Se aprovada, a Comissão poderá produzir e solicitar estudos, análises e pesquisas, além de apresentar relatórios, pareceres e recomendações ao CNPIR nas áreas de interesse desse segmento”, concluiu.

Dividido em duas etapas, o encontro possibilitou a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e aos demais ministérios participantes que apresentassem quais as ações políticas projetadas para o ano de 2011. Ao lado disso, os representantes da sociedade civil presentes mostraram o plano de ação de enfrentamento à mortalidade dessa população, elaborado em atividades convocadas pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, ao longo do ano de 2010. Estiveram presentes integrantes da Secretaria Nacional de Juventude – SNJ, da Secretaria Nacional de Segurança Pública, de Direitos Humanos, de Políticas para as Mulheres.

De acordo com a titular da Secretaria Nacional da Juventude, Severine Macedo, sua gestão será pautada numa relação afinada com a SEPPIR, focando o enfrentamento da mortalidade da juventude negra. Ela afirmou a necessidade de ações concretas nessa área, conjugadas com diretrizes do governo da presidenta Dilma Rousseff, como o combate à pobreza e a Agenda do Trabalho Decente.

Já a representante da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), Marina Marinho, fez uma apresentação de diretrizes voltadas às jovens negras. Segundo a gestora, a atenção a essa parcela da sociedade se deve à maior exposição aos riscos de violência e de tráfico, de contaminação por HIV, piores condições de inserção no mercado de trabalho, riscos de gravidez na adolescência e ao aborto inseguro.

As ações da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH-PR) que dialogam com o tema, segundo o representante do órgão, João Alves de Souza Júnior, estão relacionadas à Defesa e Promoção de Direitos Humanos para a Juventude. Entre elas, o combate ao trabalho escravo, atendimento à população em situação de rua, centros de referência em direitos humanos, políticas públicas para a comunidade LGBT, ouvidoria, entre outras ações.

Para Thadeu de Jesus e Silva Filho da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), é importante a coleta de dados para a formulação das políticas para a juventude negra. Ele afirmou que o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), foi montado graças à consistência das informações produzidas acerca da mortalidade de homens negros e de mulheres negras, particularmente a população jovem, na faixa etária entre 15 e 24 anos.

Representante da sociedade civil, Roque Peixoto sugeriu a inclusão do quesito raça/cor no Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem), questionou a efetividade do Pronasci para a juventude negra, e propôs a inclusão de um recorte para o segmento nas ações da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

Por Comunicação Social SEPPIR/PR

5 de abr de 2011

DEXTER CONVIDA VOCÊ NESTA SEXTA DIA 08/04 GRANDE SHOW NO CLUBE 28 DE SETEMBRO EM SOROCABA A PARTIR DAS 22 HRS





DEXTER OITAVO ANJO EM SOROCABA

08 ANOS DEPOIS DE TOCAR COM O GRUPO 509-E, DEXTER VOLTA COM SEU SHOW E TRABALHO SOLO EM SOROCABA.

Um dos principais show de rap no Brasil “DEXTER e Convidados” chega em Sorocaba no dia 08 de abril de 2011 por meio de Negro Show Produções produtora de Márcio Brown em parceria com Preto Claudinho. Será realizado no Clube 28 de Setembro na cidade de Sorocaba e promete agitar a região. Contatos e compra de ingressos pelo email: dexteremsorocaba@gmail.com ou por tel: 15. 9128.1534 / 11. 8107.8794 ingressos já à venda na secretaria do Clube 28.

Marcos Fernandes de Omena, mais conhecido como Dexter, é um rapper brasileiro da periferia de São Paulo, precisamente Jardim Calux - São Bernardo do Campo - SP, que desde 1990 está dentro do cenário do Hip-Hop Nacional revolucionando na produção musical, já que consegue frente à limitações de estar privado de sua liberdade, transcender e produzir obras que há anos embalam as gerações periféricas.

O 509-E revolucionou e ganhou grande destaque na mídia nacional e internacional, inicialmente com o disco "Provérbios 13" lançado pela gravadora Atração, que contou com sucessos como "Saudades Mil" e "Oitavo Anjo" (ambas de sua autoria), o mesmo disco recebeu o prêmio de revelação do ano de 2000 e também o de melhor álbum do século no prêmio Hutuz em 2009. A obra foi produzida por grandes nomes do rap nacional, tais como DJ Hum, DJ Luciano, MV Bill, Zé Gonzales (Planet Hemp), Mano Brown e Edi Rock (Racionais Mc’s).

Dexter inicia sua carreira solo em 2005 com o lançamento de "Exilado Sim, Preso Não", produzido por ele mesmo, DJ Dico e outros na Penitenciária de São Vicente, onde foi instalado improvisadamente um estúdio móvel. Neste trabalho foram lançadas doze músicas, algumas contando com a participação de nomes de peso como GOG, MV Bill, Tina, Mano Brown entre outros. No mesmo ano o disco foi premiado no HUTUZ como melhor álbum, e pelo Hip Hop Top em quatro categorias: Melhor Álbum, Disco Solo Masculino, Melhor Música (Fênix), e Voz do Povo.